A melhor solução para o seu imóvel

Estamos ao seu dispor, fale connosco

Contactar

Liiiving

pt
+351 224 918 269

Como solicitar um crédito à habitação em Portugal?

Depois de escolhida a sua nova casa em Portugal, resta decidir a instituição financeira onde colocará o seu pedido de crédito à habitação. Neste artigo, escrito pela plataforma de comparação de crédito imobiliário ComparaJá.pt, explicamos todos os passos a seguir para obter o seu financiamento em Portugal.

O crédito à habitação é, para muitos, o maior encargo financeiro das suas vidas, não só pelo montante avultado de que padece, como pelo período que levará a pagá-lo. É, de facto, uma decisão muito importante e, por isso, só faz sentido que seja tomada de forma cuidada e informada.

Em Portugal, existem 18 bancos que oferecem o produto de crédito à habitação, sendo estes: Abanca, Banco Best, EuroBic, Banco BIG, Banco CTT, Banco Popular, Banco Privado Atlântico, Santander Totta, Bankinter, BBVA, BPI, Caixa Geral de Depósitos, Crédito Agrícola, Deutsche Bank, Millennium bcp, Montepio, Novo Banco and UCI (União de Créditos Imobiliários).

 

Tipos de crédito à habitação em Portugal

Existem essencialmente três tipos de créditos à habitação em Portugal para comprar casa em Portugal.

Crédito para aquisição: é o mais comumente usado para comprar casa em Portugal. Pode ser usado para adquirir habitação permanente, casa para férias ou para arrendamento.

Crédito para aquisição de terrenos: este é um tipo especial de crédito que é usado para comprar terrenos com o objetivo de construir casa nestes.

Transferência de crédito habitação para outro banco: este tipo de crédito tem como finalidade transferir um crédito atual para outro banco que oferece melhores condições.

 

Documentos necessários para requisitar crédito à habitação em Portugal

Se não reside em Portugal mas pretende comprar casa em Portugal, terá de apresentar determinados documentos para completar o processo.  No momento de solicitar o seu crédito à habitação, certifique-se que se faz acompanhar destes:

  1. Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão;
  2. Declarações fiscais;
  3. Contrato de Emprego;
  4. Extratos bancários de todas as contas bancárias;
  5. Fotocópia dos três últimos recibos de vencimento;
  6. Relatório de crédito.

 

Como irá o banco avaliar o valor da casa em que está interessado?

A avaliação do preço do imóvel terá de ser efetuada pelo banco ou instituição financeira contratada. De forma a tomar decisões quanto ao financiamento, o banco precisa de saber o valor real da habitação que está interessado em comprar em Portugal.

O valor que resultará da avaliação da casa afetará o rácio Loan-to-Value (LTV), que pode variar entre os 60% e os 70% para compradores estrangeiros. Isto significa que o cliente tem de estar preparado para avançar com uma entrada inicial equivalente a 30% ou 40% do valor da casa.

Por exemplo, se a habitação em Portugal que está interessado em comprar custa 200.000€, terá de pagar 60.000 € ou 80.000 € para que o banco financie o restante.

 

Como ter o seu pedido aprovado pelo banco?

Há vários fatores que facilitarão a aprovação do seu pedido ao banco. Primeiro, como é óbvio, os bancos são mais propensos a emprestar dinheiro a pessoas com um bom historial de pagamentos em empréstimos passados. Os bancos olham, também, para a estabilidade da sua situação profissional, sendo que o preferível é ter um contrato sem termo numa empresa financeiramente sólida e estar empregado há muito tempo na mesma.

De forma a não incorrer o risco de incumprimento das prestações, o encargo mensal com a renda da casa não deve ultrapassar os 40% do rendimento do agregado familiar. Outra forma de assegurar à instituição o pagamento é um segundo titular.  Assim, há a garantia de que, mesmo que um dos titulares fique incapaz de pagar, como por exemplo numa situação de desemprego inesperada, haverá um segundo para assumir o esforço dos pagamentos.

 

O que é a FINE e como deve lê-la?

A FINE, Ficha de Informação Normalizada Europeia, é o documento onde está discriminada todas as características do contrato de crédito, como as taxas de juros aplicadas, comissões e outros custos associados. Cada vez que se solicita um financiamento, essa proposta tem de vir acompanhada por esta ficha e tem de ser disponibilizado ao cliente, por parte da instituição bancária, antes da celebração do contrato.

A FINE apresenta, ainda, de forma detalhada, um plano financeiro do empréstimo, que contém, numa tabela, a indicação de todas as prestações mensais até ao fim do prazo do empréstimo.

 

A informação aqui representada é suportada pelo sítio https://www.comparaja.pt/​ da empresa ComparaJá.

A melhor solução para o seu imóvel

Estamos ao seu dispor, fale connosco.

Contactar